De volta ao Lar

“Foi de fato uma libertação e entendimento do projeto de Deus na minha vida, de poder contemplar de uma maneira total a graça da maternidade dada por ele, fui convidada neste tempo a confiar em Deus e acreditar nesta providência divina.”

Hoje quero poder partilhar com você que é mãe, é esposa e se encontra muitas vezes sem força diante das situações da casa e da família.

Nos fomos chamadas a viver esta graça da maternidade, nosso corpo se prepara todo mês para isto, para viver esta missão de gerar vidas, e quando essa vida vem, quando ela chega, a gente não tem a menor ideia do quanto nossos pensamentos, o quanto nossa vida muda, não é mesmo?


A minha mudou completamente, antes de ficar grávida, eu tinha sonhos e projetos na minha carreira profissional, estava indo de vento em polpa, trabalhava em uma área da saúde muito glamourosa, estava cercada de gente bonita e bem arrumada, sempre querendo mais, e o meu desejo era este também, de ser sucedida, ter dinheiro para realizar as minhas vontades.


Então com a graça de Deus fiquei grávida da Giovanna, e durante a gestação sempre dizia que voltaria ao trabalho o mais rápido possível, afinal com uma filha, teria que aumentar a carga horária de trabalho para ganhar mais, e então ela nasceu, e junto com ela nasceu uma mãe.


Fiquei 1 mês, 2 meses, 3 meses e chegou o quarto mês, chegou o dia de retornar ao trabalho, nesses 4 meses de licença apesar das dificuldades da maternidade, de todos os desafios, eu me encontrei.


Me encontrei feliz por cuidar daquele serzinho tão lindo e tão dependente dos meus cuidados, e então algo em mim foi mudando, o dinheiro não estava se tornando tão prioridade assim, a melhor roupa, o melhor cabelo, a melhor maquiagem já não era tão essencial, nem tinha tempo pra isso mais.


E aí deu um grande nó em mim, e comecei a rezar e pedir discernimento pra Deus, neste tempo estávamos eu e o meu marido passando por um momento difícil de enfermidade e financeiramente, naquele tempo só eu estava recebendo fixo no trabalho, e me peguei no pensamento : “ não quero voltar para o trabalho mais, quero ficar com minha filha, quero cuidar dela”, mas como eu iria fazer isto? Me doía o coração em pensar de ficar longe da minha filha, de ter que deixa-la na creche tão pequena, ou de deixar esta responsabilidade para meu marido que na época não estava com todo o dia comprometido. “Não está certo Jesus, me dá uma luz “, então conversei com o meu marido, onde ele entendeu toda minha angústia, e colocamos no papel o que seria melhor, ali vimos que se tomássemos está decisão, sairíamos ainda mais do controle da nossa família, e então de fato seria Deus a conduzir.


Então fui até o meu trabalho confiante e alegre em pedir demissão, chegando perto, as dúvidas começaram a brotar no meu coração novamente: “será que é isso mesmo? ““não vou me arrepender de ficar sem trabalhar por um tempo?”. Quando cheguei na recepção do meu trabalho encontrei uma amiga muito querida que sempre me ajudou na minha vida profissional, eu falo que ela é um anjo enviado por Deus que sempre apareceu nos momentos em que eu mais precisei, e naquele momento não foi diferente. Partilhei ali com ela toda minha inquietação, toda minha dúvida, meus medos, minhas inseguranças e sabe o que ela, me disse?


“Chris, quando eu tive meu primeiro filho, eu fiz a opção de ficar em casa por alguns anos para cuidar dele, eu vi todo processo dele, eu vi quando ele falou, quando ele deu o primeiro passo, eu estava lá contemplando tudo, foi incrível, mas quando nasceu minha segunda filha, eu fiz a opção de voltar a trabalhar com 1 mês de pós parto, eu não vi nada dela, quem viu os primeiros passos, a primeira fala foram os outros e não eu”, e ela disse aquilo com lágrimas nos olhos, que logo vieram também essas lágrimas no meus olhos e então vi que ali era o próprio Deus me dizendo o caminho a ser tomado naquele tempo, então tive a certeza, e pedi demissão de uma maneira muito tranquila tanto pra mim quanto para minha chefe que até hoje é uma grande amiga minha.


Foi de fato uma libertação e entendimento do projeto de Deus na minha vida, de poder contemplar de uma maneira total a graça da maternidade dada por ele, fui convidada neste tempo a confiar em Deus e acreditar nesta providência divina.


Hoje compreendo o porque precisei passar por este rompimento, era só o começo para aquilo que Deus tinha na minha vida e hoje posso contemplar um pouco, sou muito feliz por esta escolha, de escolher por esta maternidade total e não que você que trabalha não viva, a questão aqui não é essa, mas sim de fazer aquilo que te faz feliz, aquilo que é o desejo de Deus pra sua família, se é se dedicar ao trabalho pela necessidade e você está feliz, top é isso, caso contrário te convido a refletir sobre seus objetivos e escolhas. Precisamos ser mulheres firmes e decididas, e não frustradas por não ter tido coragem de romper e viver o novo de Deus na nossa vida.


Christianne Soares Marcelino

Consagrada de vida

Comunidade Católica Instrumento de Deus

LOCALIZAÇÃO

Casa Sede

 

R. Carmina Pasqui, 55 - Vila Dom Pedro II, São Paulo - SP, Brasil

Missão Parada Inglesa

Casa de Oração

 

Tv. Jonas Barbieri, 1 - Vila Maria Baixa, São Paulo - SP, Brasil

Missão Oásis da Imaculada

SIGA-NOS
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Instrumento de Deus

(11) 2955-5806 | (11) 98781-4556 | secretaria@instrumentodedeus.com.br

Comunidade Católica Instrumento de Deus

Roberto Castilho Gandarez